Candidatos se contradizem no 1º debate. Verdade ou mentira?

candidatos-se-contradizem-no-primeiro-debate-verdade-ou-mentira

 

RIO – As checagens independentes feitas pela imprensa americana e por agências de notícias após o debate, e até pela equipe de campanha de Hillary Clinton, revelam imprecisões e mentiras por parte de ambos os candidatos. Mas as de Donald Trump são mais flagrantes — e numerosas. O magnata, por exemplo, atribuiu à campanha da rival um falso questionamento sobre o local de nascimento de Barack Obama em 2012 — quando, após anos alimentando a tese de que o presidente nascera no Quênia, reconheceu dias atrás que Obama é natural do Havaí. Trump ainda disse ter sido contra Guerra do Iraque desde o início, mas só o fez em público em 2004. E se enrolou para explicar por que não divulgou sua declaração de renda até agora. Nesse tema, houve imprecisões também por parte de Hillary, que aumentou as acusações — ele pagou pouco durante alguns anos na década de 1970, mas pagou. A democrata ainda exagerou o número de empregos de seu plano econômico.
Trump | Mudança climática

Hillary voltou a acusar o magnata de dizer que a mudança climática seria uma farsa perpetrada pelos chineses — o que Trump mais uma vez negou. Mas, enquanto ainda acontecia o debate, a equipe da democrata retuitou uma declaração dele de 2012, em que o republicano dizia claramente: “O conceito de aquecimento global foi criado por e para os chineses para tornar a indústria americana não competitiva”. Além disso, durante todo o ano passado, Trump chamou a mudança climática de farsa, e disse que não acredita que seja causada pelo homem.

Trump | Invasão ao Iraque

O magnata afirmou repetidamente durante o debate que se opôs à Guerra do Iraque, em 2003, desde o início. Mas, perguntado sobre o tema numa entrevista em setembro de 2002, disse que apoiava uma possível invasão (“Sim, suponho que sim”, respondeu). Ele só questionou a guerra publicamente em 2004, quando quase todo mundo já a criticava. Antes, chegou a dizer que o então presidente George W. Bush estava fazendo um bom trabalho e manifestou impaciência com a demora na invasão.

Trump | Estado Islâmico

Ainda dentro do tema de segurança nacional, o magnata disse que Obama e a própria Hillary haviam criado as condições para que o grupo extremista Estado Islâmico surgisse. Mas o grupo nasceu como uma dissidência da al-Qaeda ainda em 2003, quando Bush comandava os Estados Unidos. Obama, por sua vez, retirou as tropas americanas do Iraque em 2011, seguindo um cronograma acordado por Bush e o governo daquele país. O grupo se expandiu e ganhou força apenas após a guerra da Síria, onde os EUA começaram a intervir em 2014. Na mesma pergunta, Trump ainda disse que Hillary vem lutando contra o grupo em toda sua fase adulta — possivelmente a acusação mais estranha da noite. A democrata tem 68 anos.

Trump e Hillary | Criação de empregos

A candidata inflou números sobre o tema. De acordo com ela, peritos independentes que analisaram as duas propostas afirmam que o projeto do bilionário significaria a perda de 3,5 milhões de postos de trabalho e talvez outra recessão, enquanto seu plano para a área criaria mais dez milhões de empregos. Os números, no entanto, são de um único especialista, o economista Mark Zandi Moody, amplamente respeitado, mas doador da campanha de Hillary. Trump também errou nesse quesito, ao dizer que os empregos estavam diminuindo, já que muitas indústrias, como a Ford, estavam fechando as portas nos EUA e indo para o México. Não existem dados oficiais sobre fluxos de trabalho entre os dois países. Além disso, foram criados cerca de 14,9 milhões de empregos desde 2010 nos EUA.

Hillary | Irã

Trump criticou todos os acordos assinados pelo governo Obama, sobretudo o fechado com o Irã por seu programa nuclear. Hillary disse que quando virou secretária de Estado, o país estava na iminência de ter material nuclear suficiente para fabricar uma bomba porque, segundo ela, o Irã já dominara o ciclo do combustível nuclear no governo Bush. O que não é totalmente verdade: o Irã só chegou perto de ter material nuclear para uma bomba no governo Obama, quando ela já era secretária de Estado.

Trump e Hillary | Tratados comerciais

Ao atacar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, aprovado por Bill Clinton, Trump disse que o pacto foi o grande responsável pela queda na produção industrial dos EUA — o que não pode ser atribuído apenas ao acordo comercial. Economistas até hoje discutem seus efeitos sobre a geração de emprego. Hillary, por sua vez, negou que tivesse chamado o Acordo Transpacífico (TPP) de “padrão ouro” e que afirmara apenas que esperava que ele desse certo. O que também não é verdade: o comentário otimista da democrata foi feito em 2012, em uma viagem à Austrália como secretária de Estado.

Trump | Dinheiro do pai

Provocado por Hillary, Trump afirmou que fez somente um “pequeno empréstimo com seu pai” para começar a carreira. Em 1978, no entanto, seu pai lhe deu um valor estimado em US$ 1 milhão (cerca de US$ 3,7 milhões atualmente, segundo o jornal “The Guardian”). Três anos depois, em 1981, foi feito outro empréstimo no valor de US$ 7,5 milhões.

Posted in Candidatos Se Contradizem Em Debates at setembro 30th, 2016. No Comments.

Imagem de Alexandre Borges com suposta travesti,verdade ou mentira?

imagens-de-alexandre-borges-com-suposta-travesti-e-verdade-ou-mentira

O Colunista Leo Dias, do jornal O DIA, publicou nesta sexta-feira (16) um vídeo e imagens em que o ator global Alexandre Borges aparece em momento íntimo com uma mulher que, segundo o colunista, seria, na verdade, uma travesti.

Em sua coluna, Dias comentou que já havia recebido fotos que revelavam ser a companhia do ator uma travesti, mas não tinha como provar que era ele mesmo nas imagens.

Publicado no fim da tarde desta sexta-feira (16), o vídeo já está entre os assuntos mais comentados do Twitter e já foi compartilhado centenas de vezes nas redes sociais.

Posted in Polemica Com O Ator Alexandre Borges at setembro 27th, 2016. No Comments.

Servidores Públicos não são ladrões, verdade ou mentira?

servidores-publicos-nao-sao-ladroes-verdade-ou-mentira

Para meu espanto, hoje me deparei com uma frase supostamente dita pelo Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, a saber:
“O político, por mais ladrão que seja, todo ano tem que enfrentar o povo, sair na rua e pedir voto. O funcionário público não. Ele faz concurso e fica lá, com o cargo garantido, tranquilo”.
Eu fiquei em dúvida se era verdade, já que tem tanta mentira por aí sendo espalhada. Chegaram a inventar, vejam só, que os procuradores tinham dito não possuir provas contra o Sr. Luiz Inácio, somente convicção, o que é uma tremenda inverdade. Não se pode mesmo acreditar em tudo na internet.
Verdade ou mentira, fiquei aqui pensando se essa frase faz sentido.
Eu estou Juiz de Direito, aprovado em concurso público, também em outros cargos antes de lograr esta graça. Como a memória da gente é falha, eu me esforcei para lembrar como foi o processo.
Conferi, cuidadosamente, se eu não tinha sido financiado por alguma empreiteira. Também verifiquei se eu não tinha obtido meu cargo desviando dinheiro de alguma empresa pública, fazendo aí um caixa 2 para me apoiar. Pode ser a idade, mas não me veio à memória disso ter acontecido.
O que me recordo é do esforço dos meus avós, dos meus pais e dos meus familiares, mas muito esforço mesmo, para garantir educação, sem luxos. Também não me é familiar ter participado de esquemas ou ajustes partidários. Não dava tempo, saindo de casa para trabalhar às sete da manhã e voltando às nove, dez horas da noite, só com o horário do almoço para abrir os livros e enfrentar o escárnio.
Eu lembro de ter estudado muito, da frustração em razão do pouco tempo, das dúvidas se algum dia eu chegaria lá. Eu me recordo bem do dia da minha prova oral, num estado onde não conhecia ninguém, tremendo diante dos examinadores de uma banca absolutamente imparcial presidida pelo Desembargador Leandro Crispim.
Quem sabe estaria mais calmo se eu tivesse feito coligação, se uma mão lavasse a outra, se algum ajuste, talvez aquele esquema… Mas não daria certo. Veja você que eu estava prestando um concurso público e até a fase oral eu não tinha rosto, e a banca (que injustiça!) também era formada quase que absolutamente por gente concursada, magistrados aprovados em um concurso semelhante.
Não iria adiantar caixa 2, apoio parlamentar, conversa de bastidor. Eu estava ali para ser examinado imparcialmente pelos meus conhecimentos. Era só Deus e eu.
Vai ver, pensei, que meu caso é um daqueles fora da curva, uma das tais histórias malucas. Quem sabe a regra não fosse a interferência política e econômica nos concursos?
Conversei com vários colegas juízes e, fato estranho, todos confirmaram que não fizeram caixa dois, nem coligação, nem tiveram conversas de bastidores. Estudaram, com muito esforço, alguns com privação, e foram aprovados em um concurso impessoal e imparcial.
Para não dizer que é coisa de juiz, essa tal elite, falei com meus amigos procuradores, promotores, escreventes, oficiais de justiça, policiais civis e militares, delegados, professores, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e tantos outros aprovados em concurso público de provas e títulos.
Todos deram a mesma resposta: lograram êxito após muito estudo, de forma limpa e transparente.
“Mas nenhuma empreiterazinha?”, insisti. “Quem sabe alguma verba de empresa pública?”. Não. Foi estudo mesmo.
O mais curioso é que todos tiveram que apresentar certidão de antecedentes criminais, logo, nenhum podia ser ladrão. Nem ladrão, nem outra coisa. Algumas carreiras fazem sindicância de vida pregressa. Ai do candidato que não possui um passado ético, com certeza não entraria pela estreita porta do concurso público.
Aproveitei e, ainda meditando sobre a frase, me peguei pensando se todo ano, ou melhor, a cada quatro anos (alguns, oito), eu precisava enfrentar o povo. Realmente, se o Sr. Luiz Inácio disse isso, ele está certo. Eu não enfrento o povo anualmente. Aliás, eu não enfrento o povo. Não tenho medo da minha gente, nem litígio com ela. Eu sou povo também. Pode parecer surpresa, mas concursado faz parte da nação.
Eu não enfrento, eu atendo. Eu recebo preso. Eu recebo mãe de preso, pai, vó, filhos, esposa de preso. Recebo conselheiro tutelar. Recebo advogado. Recebo as partes também. Ouço a vítima do crime, ou, em situações mais tristes, os que sobreviveram a ela. Eu vejo o agrícola que vai pedir para aposentar. Vejo o cidadão que não tem medicamento, a mãe que busca escola pro filho, o neto que busca uma vaga de UTI pro avô.
Eu cansei de ver o piso do fórum gasto de passar tanto calçado, de chinelo usado a sapato caro, de gente que vê no Judiciário seu único porto seguro.
Gente que não conseguiu vaga em escola, em creche. Que não conseguiu remédio.
Que se acidentou na estrada esburacada. Que trabalhou nesse calor inclemente do Centro-Oeste por quarenta anos ou mais, com a pele curtida de sol, e quando foi pedir aposentadoria disseram a ele que não tinha prova.
Não sou quiromante, mas eu aprendi a ler a mão e o rosto desse povo. Aprendi a falar a língua deles, não porque eles vão votar em mim, mas porque é minha obrigação para aplicar a lei.
Essa mesma gente que os políticos enfrentam (enfrentam, vejam vocês!), segundo a tal frase, eu atendo todo dia. É meu dever, e com que prazer eu realizo esse dever!
Eu atendo essa gente que vem acreditando há décadas nesses políticos que, como um fenômeno natural, aparecem apenas de forma episódica e em determinadas épocas. Um povo que acreditou que teria saúde, educação, segurança, lazer, trabalho, aposentadoria, dignidade e tantos direitos básicos só por ser gente, mas não tem.
Esse mesmo povo que vota, que deposita na urna sua esperança, a recolhe depois despedaçada, cola o que dá e procura o promotor ou o defensor público, servidores concursados, quando não um nobre advogado dativo ou pro bono, para pedir ao juiz esse direito sonegado. São os concursados que garantem esse direito.
São os juízes que aplicam a lei criada pelos políticos eleitos para o Legislativo, e nessas horas em que a lei é dura e talvez não tão justa, quando devemos fazer valer o seu império, só nos resta ouvir e consolar.
Juízes, é preciso dizer, não são máquinas, porque nessas engrenagens desprovidas de coração que formam o sistema, é a nossa alma que colocamos entre os dentes do engenho para aplacar seu cruel atrito.
E quando estamos sozinhos, nós sofremos, nós choramos, porque lidamos também com a desgraça do povo, do nosso povo, do povo do qual fazemos parte e que não enfrentamos, mas atendemos.
Perguntei aos meus amigos promotores, defensores, escreventes, analistas, oficiais de justiça, professores, policiais, guardas civis metropolitanos, agentes carcerários, bombeiros, militares, médicos, agentes de saúde, enfermeiros e tantos outros, se eles por acaso enfrentavam o povo, mas me disseram que esse povo eles faziam era atender.
É também a alma deles que lubrifica essa máquina atroz que é o sistema.
É à custa da alma do concursado que o Estado se humaniza. Que o digam nossas famílias, nossos amigos… que digamos nós, quando abrimos mão de tanta coisa para cumprir nossa missão, quando para socorrer um estranho muitas vezes alguém próximo a nós precisa esperar.
Forçoso que se concorde, nós não enfrentamos o povo a cada dois, quatro anos. Nós o atendemos dia e noite, nós olhamos seu rosto, tentamos aplacar sua angústia em um país em que tudo falta, quando um médico e sua equipe não tem nem gaze no hospital público.
E fazemos isso porque amamos nossa profissão, seja ela qual for, não porque precisamos de votos. Nós chegamos onde chegamos com dedicação, não com esquemas, e sem lesar o patrimônio público ou a fé da nação.
São servidores públicos concursados que estão descobrindo as fraudes que corroem nosso Brasil, do menor município à capital do país, e serão servidores públicos concursados a julgar tais abusos. São servidores públicos concursados que patrulham nossas ruas, que atendem em nossos hospitais, que ensinam nossas crianças.
Nós não precisamos prometer nada para o povo, nós agimos.
Realmente, é preciso temer pessoas que possuem um compromisso com a ética, não com valores espúrios.

Posted in Servidores Públicos at setembro 26th, 2016. No Comments.

NASA adiciona signo ao Zodíaco: verdade ou mentira?

nasa-adiciona-signo-ao-zoadiaco-verdade-ou-mentira

Depois de anos de estudo na área de astrologia, astrólogos e simpatizantes são pegos de surpresa pela possível mudança causada pela NASA nos signos astrológicos do zodíaco.
Não, na verdade a agência não alterou nada! Esses rumores surgiram quando uma parte da mídia respondeu aos comentários que a NASA de súbito publicou uma nova tabela adicionando o 13º signo ao horóscopo.

A pergunta que não quer calar após a divulgação da notícia sobre a suposta mudança no horóscopo é a seguinte: por qual razão a NASA faria isso? Esse verdadeiro “erro cômico” parece ter se originado em interpretações malfeitas encontradas na página educacional infantil online – NASA Space Place. Neste site, a NASA explica, além da história da astronomia, como a tabela de signos de Zodíaco foi construída pelos babilônios há mais de 3.000 anos.
Segundo o site, ao longo de milhares de anos, desde a criação dos horóscopos, a posição das constelações tem alterado um pouco devido ao desvio do eixo da Terra. Segundo a teoria científica apresentada na página, as constelações já não podem ser vistas nos seus pontos de origem.

Ao mesmo tempo, o site traça uma diferença entre as duas ciências – astronomia e astrologia: “A astronomia é um estudo científico de tudo o que está no espaço. Astrônomos e outros cientistas sabem que estrelas, situadas à distância de muitos anos-luz, não influenciam em atividades comuns dos seres humanos na Terra. A astrologia é outra coisa. Não é uma ciência”, diz o artigo.

Mas caso a afirmação fosse verdade, surge uma questão pertinente: se existisse um 13º signo, o que aconteceria com os 12 já existentes? Claro que todas as datas teriam que mudar e os signos de Escorpião e Leão virariam Touro e Gêmeos.
É a mesma coisa que imaginar que nossos pais não sejam nossos, ou que tudo o que nós consideramos verdadeiro seja uma grande mentira. Com informações do Sputnik Brasil.

Posted in Padão at setembro 23rd, 2016. No Comments.

Luta de ‘Pau de Selfie ‘. Verdade ou mentira?

 

luta-de-pau-de-selfie-verdade-ou-mentira

Nas imagens, vê-se um turista americano a iniciar um confronto com um turista japonês porque este último lhe bateu com o pau de selfie. Com os gritos da namorada como pano de fundo, o homem americano envolve-se numa luta com o japonês mas acaba atirado borda fora.  Tudo isto captado por outro turista britânico que não só não para para ajudar, como ainda se diverte com o que está a gravar.  A questão que impera é: será esta foto e videos são autênticas ou ensaiadas? Os utilizadores do YouTube parecem pender para a segunda hipótese, atendendo aos comentários lá deixados. Ensaiado ou não, as insólitas imagens servem, pelo menos, para mostrar como os paus de selfie podem ser um embaraço. Em todos os sentidos.

Posted in Luta De Pau De Selfie at setembro 14th, 2016. No Comments.

Escovas de Dentes, Verdade ou Mentira Sobre Elas.

escova-de-dentes-verdade-ou-mentira-sobre-elas

A escova de dentes é um dos acessórios que mais usamos na vida, mas continua uma ilustre desconhecida: muita gente não sabe como conservar corretamente, como se deve fazer a higienização ou ainda se por meio dela é possível pegar doenças. Confira nessa reportagem o que é verdade ou mentira sobre a nossa companheira escova.
· É preciso trocar a escova de dente a cada três meses – Verdadeiro: segundo Celso Minomi, especialista em ortodontia em diretor da GOU Franquias, “uma escova tem uma duração média de dois a três meses. A troca de escova é recomendada assim que as cerdas apresentam curvatura, pois isso diminui a eficiência da higienização bucal”.
· Escova de cerdas duras é a que limpa melhor – Falso: o ideal é que a escova tenha cerdas macias ou extra-macias porque a remoção da placa bacteriana é resultado dos movimentos e não da força que se aplica durante a escovação.
· É preciso trocar de escova de dentes depois de uma gripe –Falso: Adriana Dalboni (CRO-SP: 73 255), cirurgiã-dentista e especialista em ortodontia, informa que não há estudos que comprovem a necessidade da troca de escova após a gripe. “A própria saliva possui anticorpos que podem ajudar no combate ao vírus da gripe. E em uma infecção viral os remédios teriam ação, apenas para controle dos sintomas causados pelo vírus como febre, congestão nasal e desconforto/ mal-estar. Independente do que se faça o ciclo de vida do vírus é de uma semana”, acrescenta ela.
· A escova precisa ser higienizada de tempos em tempos – Verdadeiro: “A escova é como se fosse uma esponja. Quando lavamos um prato ficam resíduos na bucha, se não houver a limpeza da esponja, lá ficarão alimentos em estado de decomposição. A recomendação é higienizar a escova com água oxigenada a 10 volumes ou fazer a imersão em antisséptico bucal para eliminar todos os germes”, orienta Celso. No dia a dia, após a escovação lave com água abundante, sem passar o dedo nas cerdas, e remova o excesso. Outra dica importante é usar um protetor com espaço para ventilação para evitar que as cerdas recebam as bactérias do ambiente.

Posted in Escova De Dentes, Padão at setembro 12th, 2016. No Comments.

Fim do 13º: discussões voltam à internet – verdade ou mentira?

fim-do-13-discussões-voltam-a-internete-verdade-ou-mentira

 

Informações de que a Câmara dos Deputados votou o fim do 13º salário circulam pela internet, tanto em sites quanto em redes sociais, e provocam pânico nos trabalhadores. O fato massivamente divulgado é verdade ou mentira? “É mentira”. Quem garante é um informante do parlamento e técnicos em informática, que destacam que esse tipo de mensagem circula geralmente em períodos de (pré-)campanhas eleitorais ou mudança de governo. O objetivo seria desinformar e desorganizar o debate no movimento sindical.
13º salário não pode ser abolido O 13º salário está garantido pela Constituição Federal de 1988, sendo um direito fundamental do cidadão. Cláusula pétrea não pode ser abolida ou eliminada, discursam especialistas no assunto. Em 2001, o então presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) encaminhou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei (PL) 5483/2001, que dispõe sobre a Flexibilização das Leis de Trabalho. O projeto sugere a alteração do artigo 618 da CLT, que diz:

“NORMAS RELATIVAS ÀS CONDIÇÕES DE TRABALHO PREVISTAS EM CONVENÇÃO DE ACORDO COLETIVO DEVEM PREVALECER SOBRE O DISPOSTO EM LEI, DESDE QUE NÃO CONTRARIEM A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS NORMAS DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO”

Mesmo arquivado desde 2003, o artigo sempre é citado para reforçar as informações falsas referentes ao tema.

Posted in Fim Do Décimo Terceiro Salário at agosto 26th, 2016. No Comments.

Água com Limão Emagrece? Verdade ou Mentira?

 

agua-com-limao-emagrece-verdade-ou-mentira

Água com Limão, uma prática tão simples, mas que pode de dar uma mão para perder aqueles quilinhos extras, e melhor ainda, é baratíssimo.

Benefícios da Água:

A água em temperatura natural, tomada logo quando acordarmos, além de melhorar o sistema imunológico, hidrata, da uma equilibrada no PH, ajuda na digestão e ainda se tomar em jejum tem um poder diurético, que vem dai a vantagem do emagrecimento.

Benefícios do Limão:

O limão é carregado em vitamina C, ajuda a prevenir o câncer, por exemplo.

A bile é uma substancia feita no fígado, acumulada na vesícula, que é solta no intestino para deixar de lado a gordura e facilitar a absorção dos nutrientes, o limão estimula a produção da bile, o que é ótimo para os alimentos quem viram em seguida.

Dentro do nosso estomago o limão chega e já se combina com alguns minerais, ajudando a manter o PH em equilíbrio.  A água em temperatura ambiente junto com o limão da uma ajuda na eliminação de gordura que fica na parede do sistema digestivo, além de aumentar a produção do suco gástrico e da saliva, que acaba facilitando a digestão e não deixa você com aquela sensação de “estômago pesado”. Para tirar suas próprias conclusões sobre a existência ou não de limão para emagrecimento preparamos uma lista de todas as propriedades de limão.

Aqui está:

Você verá o emagrecimento com limão, mas também uma série de outras funções no nosso corpo que são muito positivas e que nos levam em direção a uma vida saudável.

Uma das suas propriedades e a mais positiva que tem a ver com a digestão, que na mesma hora, também influencia a dieta e como comemos, como por exemplo, a toranja.

Emagrecimento de bebidas com limão.

Se você não sabe como fazer dieta de limão é mais fácil que misture com água morna e beber como uma bebida acompanhando a sua refeição.Portanto, você não está só bebendo água, mais também muito importante em qualquer perda de peso, mas você estará recebendo o benefício de emagrecimento limão.

Será que o emagrecimento de limão funciona realmente? Verifique por si mesmo.

Além da bebida com limão recomenda-se na sua dieta o chá com limão.

Prepare seu chá como de costume e, em seguida, adiciona um toque de limão fresco.

Você ora dar um toque agradável para o seu chá e também obter o efeito desejado, por exemplo, um emagrecimento de cinco quilos.

Além de tomar como uma bebida, limão pode ser usado alimentos de sabor.

Por exemplo, é uma maneira ideal para evitar o mau cheiro de couve-flor quando sair de casa e os ingredientes ferverem.

Basta adicionar uma fatia de limão na panela e além da couve-flor ser brilhante, evita odores de saírem.
Por outro lado, o limão é amplamente utilizado para molhos de salada ou peixe.

No primeiro caso, você pode evitar que o óleo alimentar e vinagre assim substituindo o uso por suco de limão natural.

Sua salada será mais natural e terá menos gordura, então você terá um duplo efeito positivo que irá ajudá-lo a perder peso.

Agora que você sabe que o limão emagrece, você se atreve a adicionar em sua dieta?

Posted in Emagrecimento at agosto 24th, 2016. No Comments.

Cumpre o que prometes. Verdade ou Mentira?

cumpre-o-que-prometes-verdade-ou-mentira

As palavras não são vento que sai de nós. Com elas se diz a verdade, através delas se constroem realidades, mas é também com o seu poder que se criam mentiras – buracos onde se quer que os outros caiam.

Uma promessa que cumpro é uma garantia que dou aos outros – e a mim mesmo – de que a confiança em mim depositada não se perde, frutifica. Uma mentira – ou uma simples promessa vã – faz o contrário, corrói os pilares do que sou, destrói-me… quando minto, sou eu próprio que assumo que não mereço a verdade, que não sou digno nem da minha própria confiança. Eis porque é quase irrelevante que uma determinada mentira seja descoberta pelos outros: quando alguém mente, sabe que mente. Quer mentir. Não quer verdade. Não quer ser autêntico.

Julgar que as próprias palavras são passageiras é desprezar-se. Reconhecer um erro é bom, tentar desculpar-se, alegando que todos cometemos erros, já é um artifício para a irresponsabilidade… até porque é possível que a maior parte dos outros não cometa os mesmos erros que nós. É essencial ter presente que o eco da palavra dada com honra ficará para sempre no coração daquele a quem se destina, mas marcará ainda mais o chão da alma de quem decidiu proferi-la.

Quem quer ser melhor, levanta-se cedo. Não quer sonhar com mundos fáceis e impossíveis. Quer viver o melhor de todos os possíveis, por mais difícil que seja.

Importa cuidar bem do silêncio em que embrulhamos as nossas palavras. Ele diz sempre mais do que as próprias palavras. Pode ser sinal de presença ou de ausência. A verdade ou mais uma mentira. O bem ou um mal. O silêncio pode ser uma armadura que protege ou uma espada que mata…

Prometer a alguém o nosso bom silêncio será um dos mais belos gestos que podemos realizar, não a promessa em si, mas o que fizermos para a cumprir. Um dos desígnios mais altos da existência será o de fazer da própria vida uma certeza de bem.

Posted in Cumpre O Que Prometes at agosto 23rd, 2016. No Comments.

Graviola Cura Câncer? Verdade ou Mentira?

graviola-cura-cancer-verdade-ou-mentira

A Graviola é uma fruta tropical muito conhecida no Brasil, apesar das suas origens nas Índias Ocidentais. Popularmente conhecida também como araticum, jaca do Pará, coração de rainha e outros nomes regionais, ela é uma fruta da família dos Annonaceae que pode chegar a pesar dois quilos e meio e se espalhou também por outras partes do mundo.

A fruta tem uma aparência única, sua casca é verde e o interior amarelo, com uma polpa bem macia e saborosa que pode ser consumida diretamente ou usada na preparação de sucos, milk-shakes, sorvetes e sobremesas.
Além de fazer parte da dieta de muitos nativos, a graviola já é usada há muito tempo por tribos indígenas do norte do país. Segundo os índios, a graviola foi sempre usada para tratar doenças, como gastrite, úlcera, obesidade, prisão de ventre, diabetes, problemas digestivos, doenças no fígado, hipertensão, depressão, insônia, enxaquecas, gripes, vermes, diarreia e reumatismos.

A fruta despertou o interesse de alguns cientistas do Brasil. Algumas pesquisas revelam que a fruta possui um ingrediente ativo chamado annonaceous acetogenins, que é um fitoquímico.

Graviola e o câncer:

Não existe evidência definitiva para mostrar que a graviola funciona como a cura total para o câncer. Entretanto, em alguns estudos de laboratórios, os extratos de graviola foram capazes de eliminar alguns tipos de células de câncer de fígado e câncer de seio que normalmente são resistentes a algumas drogas quimioterápicas específicas. Os estudos mostraram ainda que, ao contrário destas drogas, a graviola atacava as células doentes, mas não danificava as saudáveis.

O Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos publicou um artigo comprovando que o fator quimioterápico da graviola sobre as células cancerígenas havia sido de 10.000 vezes superior ao do composto chamado Adriamicina, que é um dos citotóxicos mais agressivos empregados atualmente na quimioterapia usada para o tratamento do câncer.

Os estudos ainda são recentes para uma comprovação total dos efeitos de cura do câncer com o uso dos ingredientes encontrados na graviola. As pesquisas continuam e, num futuro muito breve, talvez fique comprovada a eficácia científica da cura deste mal terrível que assola a humanidade.

Neste meio tempo, entretanto, assim como em qualquer outra atividade relacionada à saúde física é sempre recomendada cautela. Consulte seu médico antes do uso de qualquer tipo de terapia alternativa contra o câncer.

De modo geral, alguns pacientes em tratamento de câncer usam suplementos de ervas medicinais para aliviar os sintomas do tratamento químico. Os suplementos de ervas, contudo, não são substitutos para o tratamento principal do câncer. O uso de suplementos, enquanto estiver fazendo quimioterapia pode reduzir a eficácia dos agentes quimioterápicos por causa de possíveis interações entre as drogas e os componentes da graviola.

Efeitos colaterais da Graviola:

Os mesmos estudos, que identificaram seus benefícios, foram importantes também na aferição dos efeitos nocivos com o uso das substâncias extraídas da graviola.

Um dos principais efeitos colaterais com o uso da graviola é o fato de baixar a pressão arterial, além da presença de um determinado químico na graviola que pode causar mudanças no funcionamento da rede neural e desordem na coordenação dos movimentos quando consumido em grandes quantidades. As mudanças nervosas podem causar sintomas semelhantes ao mal de Parkinson.

PRESSÃO ALTA: SINTOMAS, CAUSAS E REMÉDIOS NATURAIS

PRESSÃO BAIXA: SINTOMAS, CAUSAS E REMÉDIOS NATURAIS

Algumas pesquisas de laboratórios descobriram também que algumas substâncias da graviola podem causar danos nervosos e estas substâncias podem ser levadas ao cérebro pelo fluxo sanguíneo.

A graviola não é recomendada para pessoas com caxumba, aftas ou ferimentos na boca, pois sua acidez pode provocar dor. As mulheres grávidas também devem evitar o consumo da graviola, pois a fruta pode provocar aborto.

Posted in A Cura Do Câncer Com A Graviola at agosto 19th, 2016. No Comments.