Verdade ou mentira que doce turco é vendido no Brasil com pílulas que causam paralisia?

Imagens circulam em redes sociais, inclusive de outros países. Produto não é exportado para o Brasil; outros detalhes denotam falsidade do vídeo. Fabricante afirma que material é ‘irreal e ilusório’ e tem como objetivo difamar a marca.

Circula pelas redes sociais um vídeo em que uma pessoa abre a embalagem de um doce, divide a bisnaga em pedaços e mostra logo depois duas pílulas brancas. Uma legenda que acompanha o vídeo diz: “Esse biscoito turco tem 2 comprimidos que causam paralisia. Já chegou ao Brasil. Não comprem e espalhem essa mensagem”. É #MENTIRA.

O produto não é exportado para o Brasil. Além disso, há outros detalhes que denotam a falsidade do vídeo.

A empresa Sölen, que fica na Turquia e produz o bolinho, afirma que o vídeo é “irreal e ilusório”. A fabricante diz que a mensagem tem como único objetivo difamar a marca.

A empresa afirma ainda que segue normas rígidas de produção e passa regularmente por organizações de inspeção independentes com relação à segurança alimentar.

A mensagem tem circulado em outros idiomas e versões. Uma delas, em turco, diz que os doces contêm drogas. A conta da ?ölen no Twitter sugere, inclusive, um texto publicado em uma agência turca de verificação de fatos com maiores explicações sobre o caso.

O texto da agência de checagem turca Teyit aponta para um truque. Diz que, se o vídeo for examinado cuidadosamente, será notada a deformação no bolo, o que indica que as pílulas foram inseridas de propósito.

A agência também aponta que a voz no fim do vídeo revela o dialeto Sorani, uma das línguas oficiais do governo regional do Curdistão iraquiano – sinal de que o vídeo foi gravado no país do Oriente Médio.

Outro detalhe que revela que o vídeo foi gravado no Iraque é a imagem, ao fundo, de um outro produto – uma ave congelada – exportado pela Turquia e que tem o Iraque como principal mercado consumidor.

Por fim, a agência mostra o resultado de uma análise realizada por auditores independentes afirmando que o produto não apresenta nenhuma irregularidade.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) diz não ter recebido nenhuma denúncia ou informação de ocorrência a respeito desse produto.

 

Posted in Comida, Doce at novembro 21st, 2019. No Comments.

Verdade ou mentira que o assessor do PT ganhador da Mega-Sena comprou carro de luxo três dias antes do sorteio?

Conteúdo falso circula em sites e redes sociais. Nome informado não é de assessor do PT nem de funcionário da Câmara. Imagem usada foi tirada de reportagem sobre empresário.

Circula pelas redes sociais um texto que diz que um assessor do PT comprou um carro de luxo três dias antes de ganhar na Mega-Sena. A mensagem, reproduzida em posts nas redes sociais, é acompanhada de uma imagem com o automóvel em questão e uma pessoa à direção. É #Mentira.

O texto afirma que o nome do assessor do PT, ganhador da Mega-Sena, é Miquéias Mendonça, de 51 anos, e que recebe um salário mensal de R$ 3,5 mil. No entanto, não existe nenhum servidor com esse nome na lista de funcionários da liderança do PT.

O único Miquéias na listagem nominal de parlamentares e servidores disponível no site da Câmara dos Deputados tem outro sobrenome (e salário diferente). E trabalha no gabinete de um deputado do DEM.

O texto é acompanhado ainda de uma foto de um homem de camisa vermelha dentro de um carro de luxo. Mas o nome do homem que aparece na foto não é Miquéias Mendonça. Trata-se, na verdade, do advogado Marcelo Sixto Schiavenin, que foi dono de uma garagem de veículos de Cuiabá, suspeito de não pagar aos donos pela compra de veículos de luxo.

O conteúdo falso foi criado para dar a entender que um dos vencedores já sabia que ia ganhar o prêmio – o que não é verdade. Na quarta-feira (18), um grupo de assessores do PT ganhou um prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena. A notícia foi amplamente divulgada.

Posted in Padão at setembro 23rd, 2019. No Comments.

Pirulito Energy contém energético e quase causou a morte de crianças? Verdade Ou Mentira?

 

O alerta surgiu nas redes sociais no final de fevereiro de 2018 e rapidamente se espalhou através de inúmeros compartilhamentos também no WhatsApp. De acordo com o texto, uma amiga médica teria pedido para que se avise o maior número de pessoas sobre o perigo de um novo pirulito chamado Energy, cuja fórmula teria – dentre vários ingredientes – uma grande quantidade de energético, o que estaria causando falta de ar, vômitos, queda da pressão, aumento da frequência cardíaca e tosse incessante nas crianças!
Segundo que diz o relato da médica, essa já seria a terceira criança atendida na emergência com intoxicação por causa desse pirulito.

É verdadeiro ou falso o alerta afirmando que o pirulito Energy contém energético e está causando intoxicação alimentar nas crianças?

Será que isso é verdade ou mais uma mentira da web?

 

Verdade ou Mentira?

O alerta possui várias características de um boato digital:

Não é datado
Pede para ser repassado
Não dá nenhum dado que possa ser verificável
É muito vago
Carece de fontes
Trata de um assunto que atrai muitos cliques

Pra começo de conversa, não se sabe nem o nome da médica que teria dado do aviso a respeito do “perigo” desse pirulito. Quem espalha essa história afirma que “uma amiga médica” teria alertado, mas ninguém diz o nome dela…

Além disso, não se sabe o nome do hospital e nem quando as crianças teriam dado entrada nesse hospital.

Não encontramos em nenhum site de notícias nada a respeito. Uma notícia desse tipo, com certeza, seria um prato cheio para os jornais (principalmente, para os sensacionalistas).

Além disso, o pirulito citado não contém energético em sua composição! A própria Peccin, fabricante do alimento, explica em seu site que o pirulito Blong Energy não possui energético, estimulante ou alcoólico em sua composição, podendo ser consumido por pessoas de todas as idades:

Conclusão
O alerta afirmando que as crianças estariam dando entrada nos hospitais após o consumo do pirulito Energy é falso! De acordo com a empresa, o alimento apenas imita o sabor de bebidas energéticas, mas não possui estimulantes em sua composição!

O Comitê de Direitos Humanos do Brasil mandou libertar as mulheres que mataram o pequeno Rhuan? Verdade Ou Mentira?

A notícia surgiu nas redes sociais na segunda semana de junho de 2019 e também foi publicada em diversos sites e blogs, como o Rondônia Aqui News, Inforprime e outros. De acordo com o texto, o Comitê de Direitos Humanos do Brasil teria expedido uma ordem determinando a soltura imediata das duas mulheres acusadas de matar e esquartejar o próprio filho, o menino Rhuan, de apenas 9 anos de idade.

Ainda, segundo o que diz na reportagem, Rosana Auri da Silva e Kacyla Pryscila Santiago – por serem rés primárias – ganharão a liberdade até a conclusão do julgamento.
Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Verdade ou Mentira?
No dia 1º de junho de 2019, Rosana Auri da Silva Cândido e Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa foram presas acusadas de matar e esquartejar filho de Rosana – Rhuan (9 anos)! As acusadas confessaram o crime bárbaro.
De acordo com a última decisão do Tribunal do Júri de Samambaia publicada no dia 1º, a prisão em flagrante da dupla foi convertida em preventiva. Ou seja, elas continuam presas!

Outro detalhe é que não existe um “Comitê de Direitos Humanos do Brasil”. O que existe é o Comitê de Direitos Humanos da ONU e ele não tem poder de expedir pedidos de soltura. Apenas o Poder Judiciário Brasileiro pode expedir mandados desse tipo.

Além disso, o site que primeiro publicou essa notícia falsa, o Inforprime, é conhecido por criar e disseminar fake news. Você ainda vai ouvir falar dele aqui em breve…

Conclusão:

As duas assassinas do menino Rhuan continuam presas na Penitenciária Feminina do DF, a Comeia. Além de homicídio qualificado, as acusadas ainda responderão por outros 4 crimes cometidos antes e depois da morte do menino!

Será que uma das assassinas da adolescente Raíssa foi esquartejada na prisão? Verdade Ou Mentira?

Fotos mostram que uma das moças que se filmaram assassinando a adolescente Raíssa foi morta e esquartejada na prisão! Será verdade? Após a publicação de vídeos mostrando a participação de duas adolescentes esfaqueando e torturando até a morte uma colega de escola em Recife, no dia 25 de junho de 2019, várias publicações começaram a se espalhar nas redes sociais sobre o castigo fatal que uma delas teria sofrido na prisão.

Segundo o que se espalhou, a adolescente de cabelos escuros teria sido morta e esquartejada na cadeia e que a “justiça havia sido feita”.

Será que isso é Verdade Ou Mentira

Verdade ou mentira?
No dia 25 de junho de 2019, uma jovem de 14 anos foi morta a golpes de faca por outras duas adolescentes de 15 anos. O crime aconteceu na Região metropolitana do Recife foi filmado por uma das agressoras e o vídeo chocante se espalhou através de grupos de WhatsApp e em outras redes sociais. Como foi mostrado em outro vídeo, as duas assassinas foram presas em flagrante e encaminhadas à Delegacia de Maria Farinha. Como já mostramos diversas vezes aqui, sempre que um caso como esse ganha notoriedade nas redes sociais surge um boato (ou boatos) de que “fizeram justiça com as próprias mãos” contra os assassinos. Dessa vez não foi diferente! A foto de um corpo esquartejado é de um crime ocorrido em 2016 (cuidado ao abrir o link, pois as imagens são fortes), no estado mexicano de Tamaulipas. Na ocasião, por conta de uma guerra entre facções criminosas, o cadáver desmembrado de uma jovem mulher foi abandonado em uma praça chamada Paseo Mendez. Os restos mortais foram deixados em dois sacos de lixo com uma mensagem em um cartão assinado pelos Zetas (uma das maiores organizações criminosas do México) dirigido ao Cartel do Noroeste (outra facção criminosa daquele país).

Quanto às adolescentes, elas ainda aguardam parecer da Justiça.

Conclusão:
Nenhuma das assassinas da adolescente Raíssa foi morta na prisão! Notícia falsa!

Posted in Foi Esquartejada Na Prisão? at julho 31st, 2019. No Comments.

Caminhoneiro cometeu suicídio devido a reforma da Previdência? Verdade Ou Mentira

No dia 11 de julho de 2019, um site chamado “Primeiro Governo” divulgou uma estranha notícia. Segundo o site, “um eleitor do PT desde o governo Lula, mas que havia sido convencido por amigos e parentes que Bolsonaro iria mudar o país, teria cometido suicídio ao descobrir que teria que trabalhar até morrer sem ter direito a se aposentar”. O eleitor seria um morador de Goiânia, chamado João Silva, um caminhoneiro de 62 anos. Ele estaria esperando com o caminhão para descarregar enquanto acompanhava as notícias da reforma da Previdência. Ao receber uma notícia no rádio, que a Câmara dos Deputados havia aprovado o texto-base da reforma da Previdência, o caminhoneiro teria ido até a parte traseira do caminhão. Em seguida, utilizando uma corda, que teria sido amarrada na carroceria do veículo, ele teria se enforcado. Segundo informações, João trabalhava há mais de 40 anos. Entretanto, será que essa notícia é verdadeira? Um caminhoneiro realmente tirou a própria vida devido a reforma da Previdência?

Verdade Ou Mentira?

Falso! Primeiramente, o site “Primeiro Governo” não possui nenhuma credibilidade jornalística. É basicamente um blog mal-feito, inacabado e repleto de erros. Em segundo lugar, a foto utilizada para retratar o caso foi tirada do seu contexto original. O homem que aparece na foto é um caminhoneiro chamado Valter Chiari, morador de Dracena/SP, conhecido pelos amigos por Chiarinha, que foi encontrado morto dentro da própria carreta no km 13 do Rodoanel, em São Paulo, em março de 2019. Uma reportagem do site “Portal Regional” obteve informações com o amigo de Chiari, Claudinei Roberto Regiani, também caminhoneiro. Na época, Claudinei disse que o amigo foi encontrado deitado de bruços dentro do caminhão e com as mãos amarradas para trás. Claudinei disse que avisaram que o caminhão de Chiari estava abandonado no Rodoanel. Então, uma vez que ele seguia no mesmo sentido, ele foi até o local e confirmou a informação. Segundo ele, Chiari tinha transportado uma carga de grãos e retornava de Santos/SP.

Um agente funerário da empresa “Vidaprev Planos de Assistência Familiar” comentou que o caminhoneiro teria sido vítima de latrocínio – roubo seguido de morte.

Conclusão:
A notícia divulgada pelo site “Primeiro Governo” é falsa. É uma narrativa fantasiosa, que utilizou a foto real de um caminhoneiro, vítima de latrocínio em março de 2019. Portanto, não se tratou de um caso de suicídio e muito menos aconteceu durante ou após a aprovação em 1º turno do texto-base da reforma da Previdência, na Câmara dos Deputados.

Um homem achou U$7 milhões escondidos no armário que ele comprou por U$500? Verdade Ou Mentira?

É verdade que um homem encontrou 7 milhões de dólares escondidos em um armário que ele comprou usado por apenas 500 dólares em um leilão?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs no final de novembro de 2018 e conta a história do empresário sortudo que teria comprado um armário em um leilão por US$ 500 (cerca de R$ 1.900) e teria descoberto mais de US$ 7,5 milhões (cerca de R$ 28,3 milhões) em dinheiro escondidos dentro do móvel!

Será que isso é verdade ou mentira?

 

Aretha Franklin Hearse

 

Verdade ou mentira?
Dan Dotson, leiloeiro no programa “Storage Wars” (“Quem Dá Mais”, aqui no Brasil), disse em entrevistas que uma mulher lhe contou essa história estranha. No relato, a mulher teria afirmado que seu marido havia comprado um armário em um leilão promovido pelo próprio Dotson e, para a surpresa de todos, dentro do móvel havia um cofre com mais de sete milhões de dólares!

O leiloeiro disse também que, após a divulgação da descoberta do tesouro, os advogados dos antigos donos do armário ofereceram uma recompensa pela recuperação do dinheiro e que o comprador anônimo aceitou a proposta após dobrar o prêmio.

O comprador do móvel só teria aceitado devolver a grana (por medo do dinheiro ser de origem da máfia ou de traficantes) após receber a recompensa de U$1,2 milhão.

Cá entre nós, é meio difícil de acreditar nessa história, visto que não não há relatos além dos do próprio Dan Dotson. Além disso, como alguém leva a leilão um armário sem verificar o seu interior?

Histórico manchado:

O reality show Storage Wars estreou a sua 12ª temporada nos Estados Unidos em novembro de 2018, o que levanta suspeitas de que o assunto do tal armário milionário tenha surgido nesse momento como um golpe de marketing para atrair mais espectadores para o programa. Se isso for apenas um golpe publicitário, essa não seria a primeira vez que o programa teria sido alvo de acusações de fraude. Em dezembro de 2012, o Dave Hester – um dos participantes – entrou com uma ação contra o A&E (a emissora do reality show) e sua produção, alegando que os produtores haviam plantado itens em armários antes das gravações. A emissora não se defendeu das acusações, mas alegou que as provas que a acusação tinha não se aplicavam para TVs a cabo (visto que canais por assinatura surgiram antes da “Lei de TV”) e, em março de 2013, obteve uma vitória parcial na ação e Hester foi condenado a pagar os honorários advocatícios para A&E (além de ser demitido da emissora).
Em setembro de 2013, Hester teve um de seus pedidos aprovados pela Suprema Corte de Los Angeles, que decidiu que a sua demissão foi injusta e exigiu a volta do comprador ao programa. O produtor executivo Thom Beers declarou, em 2011, que a grande maioria dos armários de armazenamento investigados durante a produção não contém nada de interessante e, por isso, não aparece na edição final do show. O mesmo Thom Beers admitiu, em 2012, que metade das histórias que aparecem no program é roteirizado e que muitos itens são comprados (e re-comprados) pela mesma pessoa.

Conclusão:
A notícia afirmando que um homem encontrou sete milhões de dólares em um armário antigo que ele havia comprado por U$500 tem como fonte apenas uma pessoa e, por isso, não temos como comprovar (e nem como negar). É uma grande coincidência o assunto surgir exatamente no mês da reestreia do reality show!

Uma professora de Filosofia fez ensaio sensual na biblioteca da USP? Verdade Ou Mentira?

A imagem de uma mulher de lingerie, posando sensualmente em uma sala com vários livros, começou a se espalhar nas redes sociais na segunda quinzena de maio de 2019 e, de acordo com o texto que acompanha a foto, a moça seria uma uma professora de Filosofia da USP e que ela teria feito um “ensaio sensual” dentro da biblioteca da faculdade!

Será que essa história é verdadeira ou mentira?

Verdade ou mentira?
Uma busca no Facebook mostra que a primeira (ou uma das primeiras) fanpage a publicar essa história foi a humorística Doutrinação nas Escolas, no dia 14 de maio de 2019. Na postagem é citado até o nome da suposta professora, mas “Sara Antonella Lenin” não consta na relação de docentes do Departamento de Filosofia da USP.
A moça da foto
Se a professora não existe, quem é a moça da foto?

Uma busca rápida no Google revela que a mulher é a ex-atriz de filmes adultos Sasha Grey. Em 2006, a norte-americana Marina Ann Hantzis adotou o nome artístico Sasha Grey e iniciou a sua carreira de 6 anos na indústria pornográfica. Na Amazon podemos ver outra foto desse mesmo ensaio à venda.

Em 2012, a atriz abandonou a sua vida no entretenimento adulto – após participar de mais de 250 produções pornográficas – para se dedicar a sua banda de música eletrônica, a Telecine.

Conclusão:
A história afirmando que uma professora de Filosofia da USP teria feito um ensaio fotográfico sensual na biblioteca da universidade é falsa!

Alfred Hitchcock ensinou a cura para o fascismo? Verdade Ou Mentira?

 

Alfred Hitchcock foi um cineasta britânico. Apesar de ter falecido em 1980, ele é considerado até hoje como um dos mais influentes da história do cinema. Conhecido como o “Mestre do Suspense”, ele dirigiu 53 longas-metragens ao longo de seis décadas de carreira. Ele também produziu material anti-nazifascista, basicamente curtas-metragens, como parte de um esforço de propaganda durante a Segunda Guerra Mundial. O material foi considerado como “muito subversivo” para ser utilizado nesse sentido. Parte de sua obra acabou sendo divulgada somente na década de 1990, quase uma década e meia após a sua morte.

Entretanto, será que ele ensinou a “cura para o fascismo” em um dos filmes que produziu? É isso que alegam algumas imagens, tanto em inglês quanto em português, que circulam nas redes sociais, ao menos desde 2017. Essas imagens são geralmente divulgadas em páginas no Facebook, nacionais e internacionais, no Twitter e no Reddit.

Verdade Ou Mentira?
O segmento onde Alfred Hitchock aparece foi tirado de contexto! Na verdade, ele estava falando sobre a insônia, não sobre o fascismo. O segmento é a introdução de um episódio intitulado “A Bullet for Baldwin“, da série “Alfred Hitchcock Presents“, exibido em 1956.

Conclusão:

O segmento onde Alfred Hitchock aparece foi tirado de contexto! Na verdade, ele estava falando sobre a insônia, não sobre o fascismo. O segmento nada mais é do que a introdução de um episódio intitulado “A Bullet for Baldwin”, da série “Alfred Hitchcock Presents”, exibido em 1956. Aliás, diga-se de passagem, a introdução possui tom humorístico, e não faz qualquer apologia ao assassinato ou suicídio.

Posted in Padão at maio 4th, 2019. No Comments.

China inaugura ônibus elevado! Será verdade Ou Mentira?

Chineses teriam inaugurado o que seria uma revolução nos meios de transportes: Um ônibus que passa por cima dos carros, podendo levar até 1200 passageiros! Será?

A notícia surgiu em diversos sites e portais no começo de agosto de 2016 e mostra um novo conceito em transporte de passageiros: Um ônibus elevado que poderia levar até 1200 passageiros por viagem e, por ser elevado, deixaria os veículos de passeio livres para passarem por baixo dele. Ou seja, o TEB-1 além de levar centenas de passageiros, ainda deixaria as ruas e avenidas livres para os veículos de passeio.

As fotos da inauguração do “ônibus do futuro” se espalharam pela web e muita gente ficou curiosa para saber se isso é verdade ou Mentira?
Será que esse ônibus existe mesmo?

Verdade Ou Mentira?
Após o alvoroço que a inauguração desse ônibus causou na web, vários sites começaram a questionar a veracidade das informações que estavam sendo compartilhadas por aí. Um bom exemplo é o Car News China, que mostrou vários indícios de que o Transit Elevated Bus (TEB-1) é apenas um conceito que ainda não está funcionando de verdade!

O percurso real do ônibus elevado foi de apenas 300 metros, somente para ser mostrado aos investidores (que parecem ter comprado a ideia, investindo milhões no TEB-1.

De acordo com o site CarPlace, as autoridades locais da cidade de Qinhuangdao (onde foi realizado o teste) não foram notificadas do acontecimento.

Como mostrado na imagem abaixo, o ônibus não é um ônibus, mas também não é um trem, visto que os trilhos são apenas canaletas feitas de forma bem precária:

O Car News China também explicou que o projeto foi feito em apenas 2 meses, o que fez com que muitas peças do veículo fossem colocadas às pressas e sem a menor segurança:
Além disso, o TEB teria apenas 4,8 metros de altura, deixando o vão inferior com apenas 2 metros de altura para a passagem dos carros. Apenas veículos pequenos poderiam passar por baixo do ônibus. Uma pickup, por exemplo, já não poderia passar!

Veja na imagem abaixo que os engenheiros usaram um ar-condicionado residencial no ônibus, mostrando que o veículo não pode ir muito longe:

Conclusão:
A ideia do ônibus elevado é até boa, mas o TEB ainda não está funcionando de verdade! Trata-se apenas de um protótipo feito para atrair a grana dos investidores desavisados!

Posted in China Inaugura Ônibus Elevado at maio 3rd, 2019. No Comments.