A viagem do homem à Lua foi uma farsa? Verdade Ou Mentira?

30Th Anniversary Of Apollo 11 Landing On The Moon (9 Of 20): Astronaut Edwin E. Aldrin Jr., Lunar Module Pilot, Is Photographed Walking Near The Lunar Module During The Apollo 11 Extravehicular Activity. Man's First Landing On The Moon Occurred Today At 4:17 P.M. July 20, 1969 As Lunar Module "Eagle" Touched Down Gently On The Sea Of Tranquility On The East Side Of The Moon. The Lm (Lunar Module) Landed On The Moon On July 20, 1969 And Returned To The Command Module On July 21. The Command Module Left Lunar Orbit On July 22 And Returned To Earth On July 24, 1969. Apollo 11 Splashed Down In The Pacific Ocean On 24 July 1969 At 12:50:35 P.M. Edt After A Mission Elapsed Time Of 195 Hrs, 18 Mins, 35 Secs. (Photo By Nasa/Getty Images)

Em setembro, o governo americano anunciou sua disposição de voltar a fazer vôos tripulados à Lua. Mas, mais de 30 anos após a Apolo 11 levar o homem ao satélite pela primeira vez, ainda há quem duvide que isso de fato ocorreu em 20 de julho de 1969. Em livros, filmes e sites, há cada vez mais argumentos “científicos” para defender a ideia de que tudo não passou de uma conspiração americana para cumprir o objetivo proposto, em 1961, pelo presidente John Kennedy, de que os EUA fariam uma viagem tripulada à Lua antes do fim da década de 1960 (tudo para passar à frente dos soviéticos na chamada corrida espacial). A cara e cuidadosa farsa teria sido preparada e realizada num estúdio no estado de Nevada, sob a direção de ninguém menos que Stanley Kubrick, o realizador de 2001 – Uma Odisseia no Espaço. Confira aqui algumas das “provas” dessa teoria conspiratória. Você pode se divertir… ou acreditar.

Uma teoria da conspiração espacial:
Luz, vento, vácuo, estrelas. Oque sobra e o que falta nas fotos da Nasa, segundo os incrédulos.
Na penumbra.

A “farsa” da Nasa:

Como só há uma fonte de luz na Lua (o Sol) e como não há atmosfera para difundi-la, as sombras não deveriam formar as regiões de penumbra mostradas nas fotos. Além disso, objetos paralelos não têm sombras paralelas, o que prova que havia mais de uma fonte de luz: os refletores do estúdio.

Verdade ou mentira?

Além do Sol, havia fontes de luz secundárias – a reflexão da luz solar na Lua, nas roupas dos astronautas e no módulo lunar. Boa parte dos raios refletidos na superfície do satélite “bate” de novo nos objetos e espalha-se em diversas direções, o que explica o aparecimento da penumbra. Quanto ao paralelismo, a transposição de 3 dimensões para 2 provoca as distorções.

Tremulando no vácuo:

A “farsa” da Nasa:

As fotos e os vídeos exibidos mundo afora mostram a bandeira americana tremulando. Como isso é possível se na Lua não há atmosfera nem vento? Esta é mais uma prova de que a tripulação da Apolo 11 simulou a alunissagem num estúdio, onde começou a ventar acidentalmente.

Verdade ou mentira?

Além da haste vertical, a bandeira tinha um suporte horizontal, para manter-se aberta. Ao ser fincado no solo, o mastro foi girado, criando o movimento. Justamente porque não existe atmosfera em solo lunar o movimento durou algum tempo (não há ar para brecá-lo). Além disso, as dobras do pano reforçam essa impressão. Aliás, se havia vento no estúdio, por que não se vê poeira?

Filmes ultra-resistentes:

A “farsa” da Nasa

As temperaturas na superfície lunar variam de 120o Celsius negativos a 150o Celsius positivos. O fato é que nem filmes especiais seriam capazes de resistir a tamanha oscilação. Por isso, todas as fotos que você já viu sobre o homem na Lua (inclusive as que ilustram estas páginas) são, é claro, 100% falsas.

Verdade ou mentira?

De fato, nenhum filme aguentaria tais condições de temperatura. Só que os filmes não foram expostos a elas. No vácuo lunar o calor não se propaga por condução ou convecção, só por irradiação (incidência direta de luz) e seus efeitos podem ser muito reduzidos com proteção reflexiva. Por isso, as câmeras foram envolvidas com material branco – como as roupas.

Ouvir estrelas:

A “farsa” da Nasa

Mais uma prova de que o homem não foi à Lua é o fato de que não aparecem estrelas no céu em nenhuma das fotos. Certamente os manipuladores da Nasa se esqueceram de colocá-las no cenário montado dentro do estúdio.

Verdade ou mentira?

Quantas vezes você já fez fotos à noite e apareceram estrelas? Além disso, em locais muito claros, como o solo dos desertos ou da Lua, o tempo de exposição do filme deve ser muito reduzido, o que impede que as estrelas sejam “impressas” na película.

Tem fogo?

A “farsa” da Nasa

As imagens do pouso e da decolagem em solo lunar não mostram as chamas expelidas pelo foguete e também não há marcas na superfície do satélite. Além disso, como os 3 astronautas poderiam retornar da Lua num módulo tão pequeno para caber o combustível necessário para impulsioná-lo?

Verdade ou mentira?

A combustão da mistura de hidrazina e tetróxido de nitrogênio produz uma substância incolor. Como não havia ar em volta da nave, os gases espalharam-se rapidamente. Ou seja, nada de chamas visíveis. O mesmo vale para a ausência de crateras. Como não há ar, a parte do solo atingida pelos gases não se dispersou. A gravidade menor exige menos energia para a decolagem.

Siga as pegadas:

A “farsa” da Nasa

As marcas das botas usadas pelos astronautas são mais parecidas com pegadas feitas em solo úmido. Mas todo mundo sabe que na Lua não há água. Ou seja, as imagens são mais uma prova da grande armação.

Verdade ou mentira?

Essa nem os cientistas explicam direito. As fotos foram feitas para registrar a natureza da poeira lunar e os efeitos da pressão sobre o solo. E elas mostram que a superfície é seca, fina e se compacta facilmente, por causa da ausência de ar. Ah, tá.

Posted in A Viagem Do Homem A Lua at dezembro 21st, 2016. No Comments.

Pescoço de ET? Veja o que é verdade e mentira sobre cuidados da região.

pescoço-de-Et-veja-o-que-é-verdade-e-mentira-sobre-cuidados-da-região

A pele do pescoço precisa de cuidados como limpeza, hidratação e filtro solar tanto quanto qualquer outra área do corpo. Sensível e bastante aparente, merece sempre atenção especial para não ficar com um visual desleixado ou te deixar aparentando mais idade do que a entregue na certidão de nascimento. Para esclarecer algumas dúvidas comuns, o UOL consultou especialistas que cuidam da beleza das famosas. A seguir, veja o que é mito ou verdade.
1 Dá para saber a idade pelo pescoço?
MITO: Fatores como envelhecimento precoce da pele são comuns, pois o pescoço é uma região que muitas vezes fica esquecida na hora de hidratar e principalmente proteger dos efeitos nocivos do sol. Porém, mantendo cuidados regulares, é possível conseguir uma aparência mais jovem do que a real.
2 Pode dispensar o filtro solar?
MITO: A exposição e a radiação é a mesma no rosto, pescoço e no colo. O uso do filtro é sempre indispensável, a sombra que o queixo faz é mínima. “A pele do pescoço é ainda mais sensível e desidratada, além de alvo fácil para danos provocados pela exposição ao sol”, explica Flávia Medeiros, esteticista e cosmetóloga que atende as apresentadoras Sabrina Sato e Vera Viel.
3 Existe forma correta de aplicar o hidratante?
VERDADE: O ideal é aplicar em linha reta, sem fazer movimentos circulares. “A ideia é evitar concentração de produto e consequente irritação da pele“, explica Karla Assed, dermatologista que atende Angélica, Deborah Secco e Claudia Leitte.
4 Toalha e esponja devem ser evitadas?
VERDADE: Toalhas e esponjas de banho, principalmente as mais ásperas para esfoliação, podem causar ferimentos no pescoço, pois a pele é muito fininha e sensível. Portanto, mantenha-as longe!
5 Aos 30 anos já é tarde para cuidar do pescoço?
VERDADE: Essa é chocante mesmo. Com 30 anos já fica tarde para cuidar do pescoço, principalmente para quem vai muito à praia. “O quanto antes começarmos a cuidar, melhor será essa região no futuro”, diz Flávia. Assim, não só não esqueça da região na hora de cuidar do rosto, como invista no filtro solar desde sempre!
6 Perfume e sabonete deixam mancha?
VERDADE: Combinar perfume e sol pode dar pintas e verrugas, e usar sabonete comum todo dia compromete a vitalidade da pele com ressecamento e manchas. Segundo Roseli Siqueira, esteticista e cosmetóloga que atende a atriz Guilhermina Guinle e a modelo Izabel Goulart, o ideal é aplicar óleo natural, que ajuda a devolver os lipídeos necessários e forma uma película protetora.
7 Má postura deixa o pescoço com mais rugas?
VERDADE: Principalmente ao dormir a postura pode gerar e agravar formões de rugas que começam no pescoço e vão até o colo. Para favorecer a região, o travesseiro precisa ser escolhido a dedo. Outro exemplo é na hora de assistir TV: “ficar no sofá por horas meio deitada e com pescoço enrugado, sem hidratar, dá flacidez”, diz Roseli. Quando quiser curtir a TV por muitas horas, hidrate a pele do pescoço e corrigir a postura. Anotado?
8 Ginástica facial ajuda a manter o pescoço mais bonito?
VERDADE: A atividade aumenta a oxigenação, a circulação sanguínea e a produção de colágeno. “Exercícios regulares e com acompanhamento são capazes de dar uma esticada na pele do pescoço e uma diferença grande no contorno do rosto”, garante Roseli.
9 Tratamentos de alta potência funcionam?
VERDADE: Se os cuidados básicos diários foram iniciados tardiamente, é possível fazer tratamentos em clínica. Karla Assed indica três: aplicação de toxina botulínica para melhorar as linhas transversais no pescoço, ultrassom que estimula o colágeno para deixar o pescoço mais firme e microagulhamento com radiofrequência para deixar a pele mais firme. Para Flávia Medeiros, a vacuoterapia para estímulo de colágeno e eletroestimulação na musculatura ajudam a melhorar a aparência do pescoço.

O touro odeia a cor vermelha?

Mito

Na realidade ele se irrita com os movimentos que o toureiro faz com a capa em direção a ele e não a cor vermelha, pois o touro é daltônico ou seja, não consegue fazer distinção das cores. Tanto faz você usar azul, amarelo ou róseo bebê.

Convencionou-se o vermelho porque geralmente é a cor da capa do toureiro. Que fica muito bonita ao sol e esconde as manchas de sangue do touro após receber os golpes e perfurações das espadas.

Posted in Animais, Mitos, Touro at março 14th, 2010. No Comments.