A Falsa “Grávida de Taubaté” agora engravidou e virou pastora? Verdade Ou Mentira?

É verdade que, após enganar o Brasil com a falsa gravidez de quadrigêmeos, a mulher conhecida como a “Grávida de Taubaté” engravidou e virou pastora evangélica?

A notícia apareceu nas redes sociais na primeira semana de dezembro de 2016. De acordo com o texto, a “falsa grávida de Taubaté” estaria grávida de verdade dessa vez e teria virado pastora da Igreja Assembléia de Deus.

A manchete também afirma que a mulher estaria esperando uma menina e que teria dito em entrevista que quando inventou a gravidez dos quadrigêmeos (em 2012) estava ”possuída”.

Será que isso é verdade ou mentira?

a-falsa-gravida-de-taubate-agora-engravidou-e-virou-pastora-verdade-ou-mentira

É verdade que, após enganar o Brasil com a falsa gravidez de quadrigêmeos, a mulher conhecida como a “Grávida de Taubaté” engravidou e virou pastora evangélica?

A notícia apareceu nas redes sociais na primeira semana de dezembro de 2016. De acordo com o texto, a “falsa grávida de Taubaté” estaria grávida de verdade dessa vez e teria virado pastora da Igreja Assembléia de Deus.

A manchete também afirma que a mulher estaria esperando uma menina e que teria dito em entrevista que quando inventou a gravidez dos quadrigêmeos (em 2012) estava ”possuída”.

Apesar de muita gente ter acreditado nessa história, ela é falsa!

Tudo começou em uma postagem feita em novembro de 2016 no Portal Atualizado, site conhecido aqui no E-farsas por criar várias notícias falsas como, por exemplo, aquela afirmando que os cientistas teriam descoberto um tipo de barata voadora venenosa.

Acontece que essa e-farsa se propagou ainda mais depois que o jornal Primeiro Impacto noticiou essa manchete no SBT, sem verificar a origem dos fatos! A “Grávida de Taubaté” sequer foi ouvida….

Em 2012, a jovem moradora da cidade de Taubaté (SP) virou atração nos programas sensacionalistas da TV brasileira após afirmar que estava grávida de quadrigêmeos!!! Para convencer o público (e os jornalistas), a “Grávida de Taubaté” usava uma enorme bola amarrada na barriga, além de usar imagens de ultrassom retiradas do Google Images…

O que se sabe sobre a moça é que, após 2 anos, a justiça encerrou o processo que ela respondia por estelionato. Em 2014, Maria Verônica Aparecida Santos foi inocentada juntamente com o marido, mas ainda respondiam por outros dois processos: Um deles movido pelo seu próprio advogado (para receber seus honorários) e outro movido pela dona das imagens de ultrassom que foram usadas indevidamente pela “Grávida de Taubaté”.

Conclusão
A “Grávida de Taubaté” não está grávida e não virou pastora evangélica! A “notícia” foi criada por um site especializado em inventar notícias falsas e até o SBT caiu nessa!

Leave a Reply

*