Fazer mamografia sem protetor de tireoide causa câncer. Verdade ou mentira?

fazer-mamografia-sem-protetor-de-tireoide-causa-cancer-verdade-ou-mentira

Nos últimos dias, um vídeo tomou conta das conversas via Whatsapp, bem como das postagens via Facebook. Nele, uma mulher de aproximadamente 30 anos fala sobre os perigos de se fazer o exame de mamografia sem o protetor de tireoide. Ela diz que ao assistir, na quarta-feira, o programa do doutor Drauzio Varella, ficou sabendo que o câncer da tireoide está se expandindo rapidamente entre as mulheres e que possivelmente este diagnóstico possa ser o resultado de exames como radiografias dentárias ou mamografias que são feitas sem o protetor de tireoide. “No avental que protege os radiologistas há uma pequena pestana que pode ser levantada para cobrir a glândula da tireoide. Há também um protetor de tireoide para uso nas mamografias. Mas é necessário pedi-lo as radiologistas”, ressalta o vídeo.

A filmagem rapidamente teve repercussão e, nos consultórios, a dúvida era uma só: deve-se fazer a mamografia com ou sem o protetor de tireoide?

O médico #Drauzio Varella foi o primeiro a desmentir as informações explanadas do vídeo. “É uma dessas teorias conspiratórias horríveis. Que horror! Estou entrando em contato com uma advogada especialista em Internet para tomar providências”, afirmou, em entrevista a BBC. O vídeo, apesar de parecer atual, não é novo e desde 2014 movimenta as redes sociais, causando dúvidas e pânico entre o público feminino.

Em nota, o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) afirmou que a radiação liberada durante um exame de mamografia que chega à tireoide é extremamente baixa – menor que 1% – na comparação com a enviada para a mama. A entidade ressaltou também e que a possibilidade do fato desencadear um câncer na região da tireoide após a realização do exame é de 1 caso entre 17 milhões. Por conta disso, ainda não é possível linkar o aumento deste câncer – que no Brasil chega a pouco mais de 6900 casos ao ano – com o os exames acima citados.

O CBR, juntamente com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e a Sociedade Brasileira de Mastologia também ressalta que, durante a mamografia, o recomendado é não usar o protetor, visto que o seu uso pode prejudicar o resultado final do exame, feito que faria os médicos pedirem um novo exame, o que deixaria, mais uma vez, a paciente exposta a radiação. #Saúde #cancer

Posted in Mamografia by Neuma at outubro 13th, 2016.
Tags: , , , , ,

Leave a Reply

*