Lamia: Empresa do acidente com o Chapecoense tem nome de demônio? Verdade Ou Mentira?

É verdade que o acidente que matou os jogadores do time do Chapecoense foi um pacto que empresa aérea dona do avião fez com um demônio?

O texto apareceu nas redes sociais na primeira semana de dezembro de 2016. De acordo com a postagem, a empresa aérea proprietária do avião que caiu na Colômbia no dia 29 de novembro de 2016 tinha um pacto satânico, por isso teria sido batizada com o nome de Lamia. Segundo a mitologia grega, Lâmia era uma rainha da Líbia que se tornou um demônio devorador de crianças.

A constatação – que foi amplamente compartilhada através das redes sociais – ainda afirma que o pacto feito pelos fundadores da empresa custou as vidas de 71 dos tripulantes do avião!

lamia-empresa-do-acidente-com-o-chapecoense-tem-nome-de-demonio

Será que essa história é verdadeira ou falsa?
Verdade ou Mentira?
A aeronáutica colombiana confirmou que o avião estava sem combustível no momento da queda, o que corrobora com depoimentos de testemunhas – que afirmaram que o avião já estava voando quase sem combustível. Ainda não se sabe quais foram as reais razões para que isso tenha ocorrido, algo que ainda está sendo analisado pela perícia.

Quanto ao nome da empresa, ela nada tem a ver com nenhum demônio! LAMIA é uma sigla para Línea Aérea Merideña Internacional de Aviación que, em espanhol, soa como um trocadilho do tipo “La Mia” (“A Minha”).

Conclusão
O fato de uma sigla coincidir com o nome de um demônio de uma mitologia antiga não é prova de que isso tenha causado esse desastre. Além disso, mesmo que significasse algo, não há nenhum dado que ligue o Chapecoense a esse demônio!

Leave a Reply

*