Rapaz Vende Um Rim Para Pagar Seu Casamento E Morre Um Mês Depois! Será Verdade Ou Mentira?

Será verdadeira ou falsa a notícia de um jovem que teria vendido um de seus rins para pagar o seu casamento de luxo, mas acabou morrendo um mês depois?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda quinzena de março de 2018, se espalhando através de publicações nas redes sociais. De acordo com o texto, um jovem ucraniano de 20 anos de idade teria conseguido 15 mil dólares ao vender – escondido da família – um de seus rins!

Um mês após o seu casamento, o jovem teria adoecido e acabou morrendo…

O texto ainda completa que a família do rapaz só descobriu a causa de sua morte depois da autópsia. O jovem teria morrido devido a complicações que surgiram após a remoção de um rim.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Verdade ou mentira?
No dia 20 de março de 2018, o site News365 publicou a triste história de um jovem ucraniano sem nome que teria morrido após vender um de seus rins. É interessante notar que além da falta de nomes, o fato não é datado e não há nenhuma fonte que comprove o ocorrido.

A verdade é que essa “notícia” é uma tradução de publicações feitas em inglês de notícias publicadas em ucraniano.
No dia 12 de março de 2018, o site ucraniano Znaj.ua (dentre vários outros) publicou a notícia de um jovem de 20 anos que teria morrido na Ucrânia um mês após vender seu rim para custear o seu casamento. Igualmente, não há muitos dados que possam provar que essa história seja real, a não ser o link de outro site – o Korupciya – como fonte.

O Korupciya, por sua vez, não cita nenhuma fonte, além de mostrar apenas uma foto de alianças.

Após esse copia-e-cola daqui e dali fica difícil de se descobrir a origem dessa notícia e tao pouco se averiguar a veracidade das parcas informações.

Baseados em fatos reais:
Apesar dessa “notícia” não ter nenhuma comprovação de ser real, há vários casos semelhantes a esses que já foram devidamente documentados pela imprensa mundial. Em janeiro de 2006, por exemplo, o egípcio Ahmed Abdala morreu logo após sair de uma cirurgia para a remoção de um de seus rins. O jovem estava desempregado e conseguiu 1,5 mil dólares pelo seu órgão e usou a grana para mobiliar seu apartamento, o que era exigido pelos pais da noiva.

Em 2011, pesquisamos e confirmamos a notícia de um chinês que vendeu um de seus rins para comprar um iPad. Meses depois, o rapaz passou a sofrer de insuficiência renal
A foto usada na notícia:
Aqui no Brasil, essa história vem acompanhada da foto de uma enorme cicatriz do que parece ser uma cirurgia recente. Na verdade, essa foto é de 2004, de um brasileiro que viajou para a África do Sul para vender um de seus rins para quitar algumas dívidas. Na época, apurou-se que um rim saudável era comprado cerca de 3 mil dólares e, depois, revendidos por mais de 120 mil no mercado negro:

Alguns sites publicaram essa história do ucraniano com outra foto que, apesar de algumas similaridades, não tem nada a ver com a notícia espalhada em 2018. Na verdade, essa foto é de outro egípcio, que vendeu seu rim para se casar em 2010. Gamal, único nome divulgado na ocasião, não morreu e continuou casado (de acordo com as notícias da época) apesar de perder o emprego e a família – que o abandonou após saber da loucura feita por ele.

Conclusão:
Não há provas de que um ucraniano tenha vendido um rim para custear a festa de seu casamento e que tenha morrido um mês após a cirurgia. Provavelmente os criadores dessa história tenham se inspirado em casos reais ocorridos no passado.

Juiz decreta prisão de Idosa que reagiu e matou assaltante! Verdade Ou Mentira?

Será verdadeira a notícia do juiz que teria decretado a prisão de uma idosa por ela ter reagido a um assalto e matado o assaltante menor?

A notícia ganhou força na segunda quinzena de abril de 2017 e rapidamente se espalhou através de vários sites e blogs policiais. De acordo com o texto, uma senhora de 87 anos de idade estaria presa no Distrito Policial de Barrinha (SP) sob as acusações de homicídio e posse ilegal de arma!

A senhora, que teria afirmado em entrevista que já havia sido assaltada outras 15 vezes por esse bandido, teria matado o assaltante menor de idade Márcio Nadal Machado, ao se defender do assalto. O menor teria sido morto com três tiros pela aposentada depois dele ter invadido o apartamento dela.
Juntamente com a notícia, podemos ver fotos da idosa no momento da prisão e do garoto caído no chão, já sem vida!

Será que essa notícia é Verdade ou Mentira?


Verdade ou Mentira?
A notícia apareceu em diversos blogs pequenos, especializados em disseminar notícias não verificadas, como o Sobral 24 horas. Rapidamente, outros sites e blogs começam a replicar a história, sem a mínima preocupação da veracidade do que está sendo publicado.

Assim nascem os boatos…

O primeiro detalhe que chama atenção nessa “reportagem” é que o nome da senhora não é citado nenhuma vez. Falam o nome do assaltante, o nome do delegado, mas não falam nenhuma vez o nome da detenta.

Além disso, o assaltante é tratado como “menor de idade” no começo da matéria, mas logo em seguida é afirmado que ele tinha 33 anos de idade quando foi morto. O curioso é que o texto apresenta o mesmo teor (é quase igual) a outra notícia de dezembro de 2016, só que – na ocasião – quem havia reagido ao assalto era um senhor e não uma mulher. Alguém pegou o mesmo texto e fez uma adaptação. Uma busca pelo nome do bandido, nos remete a uma notícia de 2013, quando o Ministério Público de Caxias do Sul (RS) arquivou o inquérito policial da morte de Márcio Nadal Machado, o Cachorrão, ocorrida em 9 de junho de 2012. De acordo com o inquérito, a aposentada Odete Hoffmann Prá, de 88 anos de idade, admitiu ter matado a vítima após a invasão de seu apartamento.

A idosa foi inocentada pois, segundo a promotoria, ela atuou em legítima defesa.

Ou seja, mesmo se fosse o mesmo caso, a senhora não foi presa!

Outro detalhe (triste) é que a dona Odete Hoffmann Prá acabou falecendo em um incêndio, alguns meses depois!
As fotos do crime
Se essa notícia é falsa, quem é a senhora que aparece na foto que ilustra essa “reportagem”?

A idosa mostrada na foto é a senhora Otacília Ferreira de Medeiros, de 66 anos de idade, que foi presa em junho de 2016 em Elesbão Veloso (PI). Conhecida como a “Tia do tráfico”, a dona Otacília foi presa em flagrante com 16 papelotes de crack e dois de maconha, além de dinheiro.

A imagem do homem caído no chão é de um bandido que foi baleado durante uma tentativa de assalto, em Nova Iguaçu (RJ). O crime aconteceu em agosto de 2015 e nada tem a ver com o fato dessa e-farsa!

Já a imagem que mostra um carro de polícia é de uma operação que a PM fez no Guarujá, em 2014. Naquele local, um turista havia sido baleado durante um assalto.

Conclusão
A notícia da idosa que teria sido presa por agir em legítima defesa e ter matado um menor de idade (de 33 anos) é falsa!