Pirulito Energy contém energético e quase causou a morte de crianças? Verdade Ou Mentira?

 

O alerta surgiu nas redes sociais no final de fevereiro de 2018 e rapidamente se espalhou através de inúmeros compartilhamentos também no WhatsApp. De acordo com o texto, uma amiga médica teria pedido para que se avise o maior número de pessoas sobre o perigo de um novo pirulito chamado Energy, cuja fórmula teria – dentre vários ingredientes – uma grande quantidade de energético, o que estaria causando falta de ar, vômitos, queda da pressão, aumento da frequência cardíaca e tosse incessante nas crianças!
Segundo que diz o relato da médica, essa já seria a terceira criança atendida na emergência com intoxicação por causa desse pirulito.

É verdadeiro ou falso o alerta afirmando que o pirulito Energy contém energético e está causando intoxicação alimentar nas crianças?

Será que isso é verdade ou mais uma mentira da web?

 

Verdade ou Mentira?

O alerta possui várias características de um boato digital:

Não é datado
Pede para ser repassado
Não dá nenhum dado que possa ser verificável
É muito vago
Carece de fontes
Trata de um assunto que atrai muitos cliques

Pra começo de conversa, não se sabe nem o nome da médica que teria dado do aviso a respeito do “perigo” desse pirulito. Quem espalha essa história afirma que “uma amiga médica” teria alertado, mas ninguém diz o nome dela…

Além disso, não se sabe o nome do hospital e nem quando as crianças teriam dado entrada nesse hospital.

Não encontramos em nenhum site de notícias nada a respeito. Uma notícia desse tipo, com certeza, seria um prato cheio para os jornais (principalmente, para os sensacionalistas).

Além disso, o pirulito citado não contém energético em sua composição! A própria Peccin, fabricante do alimento, explica em seu site que o pirulito Blong Energy não possui energético, estimulante ou alcoólico em sua composição, podendo ser consumido por pessoas de todas as idades:

Conclusão
O alerta afirmando que as crianças estariam dando entrada nos hospitais após o consumo do pirulito Energy é falso! De acordo com a empresa, o alimento apenas imita o sabor de bebidas energéticas, mas não possui estimulantes em sua composição!

Uma garota morreu ao ter orgasmo de 12 minutos com uma amiga? Verdade Ou Mentira?

Será verdadeira a notícia de uma moça de 21 anos que teria morrido após ter um orgasmo prolongado por 12 minutos com uma amiga da faculdade?

A notícia apareceu na web no final de dezembro de 2016 e conta a triste e fatal história da jovem Bianca Bezerra Borges, de apenas 21 anos de idade, que teve um orgasmo prolongado por 12 minutos, e acabou indo a óbito.

O hospital que recebeu a moça teria confirmado que o sexo oral que ela fez com a amiga da faculdade gerou um êxtase tão intenso e prolongado que foi a causa da sua morte!

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

Verdade ou Mentira?
Apesar da notícia ganhar força na última semana de dezembro de 2016, ela é bem mais antiga do que isso. Uma busca na web e vamos descobrir que há postagens desse mesmo fato incomum desde 2011.

Como já explicamos aqui, os boatos não são datados para que quem os ler pela primeira vez tenha a impressão de que se trata de algo recente.

Buscando pelo nome da suposta vítima, encontramos relatos de que ela teria morrido em diversas cidades brasileiras. Na primeira versão, de 2011, ela teria morrido em Belém (PA).

A foto usada para ilustrar a nova versão dessa e-farsa (que circulou em dezembro de 2016) é de uma morte ocorrida em dezembro de 2013, quando uma mulher que morava sozinha foi encontrada morta pelos vizinhos. O caso aconteceu em Três Lagoas, em Mato Grosso do Sul, e as informações eram de que ela morreu de causas naturais.

Origens:
Essa notícia falsa surgiu em uma publicação no site humorístico G17, conhecido aqui por criar brincadeiras que acabam enganando muita gente!

Conclusão
A notícia da moça que morreu depois de vários minutos de orgasmo é falsa!