Veja quatro mentiras que podem acabar com sua entrevista de emprego.

veja-quatro-mentiras-que-podem-acabar-com-sua-entrevista-de-emprego

Mentir sobre a graduação seria uma mentira fácil demais de pegar. Não dá para negar que uma entrevista de emprego – especialmente se for para uma posição que você deseja muito – gera ansiedade e expectativa. Muitas vezes, o ímpeto para não deixar a oportunidade pode levar a candidata a mentir ou distorcer algumas informações que estão no currículo.
Bom, o tiro pode sair pela culatra. Algumas mentiras que ao seu ver possam parecer pequenas, na verdade podem te levar a perder a vaga e ainda deixar uma impressão ruim. Inspiradas em um artigo do Pop sugar, listamos abaixo algumas mentiras que podem te comprometer em uma entrevista de emprego.

Você também pode gostar:

O endereço

Durante a busca por uma oportunidade de trabalho em outra cidade, é comum ver gente colocando um endereço no currículo que na verdade não é da candidata, pode ser de um amigo ou de um parente. A pessoa teme que a moradia em outra cidade seja um empecilho e que o recrutador incline-se a dar preferência para quem já reside na cidade onde fica a sede da empresa.

Bom, se a sua intenção for dar o endereço de alguém como referência, é importante que você assegure com seu amigo ou familiar se realmente é possível passar alguns dias neste endereço, até conseguir um lugar para si e finalizar sua mudança. Da mesma forma, é preciso deixar claro ao entrevistador que este é um endereço provisório e que você está em processo de mudança. Isso é importante para que você tenha uma certa margem para conseguir se estabelecer. Se isso não é mencionado, o recrutador vai presumir que você já tem endereço fixo e que pode começar no novo emprego de imediato.

O salário

Em geral, as pessoas que mudam de emprego buscam, entre outras coisas, um salário melhor. Se você for questionada sobre seu último salário, não caia na tentação de criar uma certa “inflação” para melhorar seu passe. Se houver qualquer desconfiança, é uma informação fácil de ser checada com seus últimos empregadores. Além disso, as empresas costumam monitorar o mercado e possuem ao menos uma estimativa do salário que seus concorrentes estão oferecendo.

Se o seu objetivo é deixar claro que não está disposta a aceitar uma posição com um salário menor ou igual ao seu anterior, responda dizendo que não está inclinada a aceitar nenhuma proposta abaixo do valor X. Uma outra estratégia é ser objetiva – sem ser indelicada – e deixar claro que seu último salário não estava condizendo com suas capacidades e experiência.

A escolaridade

Mentir sobre a graduação seria uma mentira fácil demais de pegar e poucas pessoas ousam fazer tamanha besteira. Em contrapartida, não é raro ver gente tentando disfarçar quesitos adicionais, como o conhecimento em idiomas. Fez um semestre de determinada língua, mas coloca no currículo que fala o básico. Consegue compreender vagamente um texto em espanhol, mas nunca estudou o idioma profundamente e coloca que possui nível intermediário.

Essas ciladas também podem lhe pegar. A pessoa pode querer testar seus conhecimentos fazendo algumas perguntas em outra língua. Neste momento, seu nervosismo pode lhe entregar de imediato. O domínio de outra língua é importante para muitos setores, seja no dia a dia das funções ou para lidar com clientes e fornecedores. Seja honesta e coloque no papel somente o que você realmente sabe. Se estiver começando a aprender outra língua, é importante mencionar. O entrevistador ficará mais satisfeito em ver seu empenho em aprender um idioma novo do que com a tentativa de mostrar algo que você não sabe.

Demissão

Muita gente fica relutante em mencionar que foi demitida do último emprego e pode até criar histórias para encobrir o que realmente aconteceu. Da mesma forma como dissemos sobre o salário, o histórico pode ser checado e a mentira te deixar em maus lençóis. A situação demonstra ao recrutador que você quis esconder algo e que, se mentiu, provavelmente estava errada.

Para evitar interpretações distorcidas, se você for questionada sobre o motivo da saída da última empresa, não sinta-se desconfortável em dizer que foi demitida. Se houve algum tipo de situação desagradável, você não precisa entrar em detalhes, mas seja honesta quanto ao desligamento. Em tempos de crise, cortes em empresas são mais que compreensíveis.

[adrotate banner=”5″]

Posted in Mentiras at agosto 20th, 2015. No Comments.

Mitos sexuais…. Verdade ou mentira?

mitos-sexuais-verdade-ou-mentira

Será que o tamanho realmente importa? Amendoim e canela podem aumentar a libido? Homens precisam mais de sexo que as mulheres? O que há de verdade nos mitos que cercam o maior dos prazeres? Seriam eles lendas, ou… onde há fumaça, há fogo?
De acordo com o Dicionário Houaiss da Língua portuguesa, palavra mito é a “construção mental de algo idealizado, sem comprovação prática; ideia, estereótipo”, e é o que acontece com a maioria dos mitos relacionados ao sexo.

Para ter bem-estar físico e psicológico, o ser humano precisa de uma variedade de situações que lhe produzam a sensação de tranquilidade, conforto e prazer. “Sexo é importante, não só porque há o prazer do contato íntimo e da comunicação entre duas pessoas, mas no momento da relação, uma série de substâncias são liberadas no corpo e acabam sendo responsáveis pelo relaxamento e contribuem para o equilíbrio entre saúde e sociabilidade do indivíduo”, disse José Benítez diretor médico do Boston Medical Group na Espanha, que analisou os principais mitos do sexo que habitam nossas mentes.

Homens precisam mais de sexo do que as mulheres?

Mito total. A necessidade de sexo é justificada pelo desejo, que é o que motiva essa relação e… surpresa! Tanto homens quanto mulheres são afetadas pelos mesmos fatores!

Estresse, falta de sono, doenças e o envelhecimento são iguais, e não dependem do gênero. É verdade que as mulheres têm também outras influências, como o uso de anticoncepcionais, mas a necessidade de sexo é tão urgente para homens como para mulheres.
O mito é antigo. Já fomos muito mais machistas que hoje, mas os avanços nessa área contribuem para que as mulheres possam buscar a igualdade com os homens em diversos momentos da vida. Se você tem contato com pessoas de 80, 70 anos, é possível ver como muitos dos pontos de vista deles nada têm a ver com o que pensam os jovens e isso vem de tempos imemoriais, mantidos por muitos homens, apenas por que lhes convem.

Depois de certa idade, o sexo deixa de ser importante?
Totalmente falso. O desejo sexual diminui ao longo do tempo, quer dizer, o desejo sexual que é dependente dos hormônios, isso porque existem apenas dois hormônios que estimulam o desejo e são eles que estão em declínio ao longo do tempo.

Mas não devemos confundir importância com freqüência. O sexo é importante: aproxima e mantém o relacionamento do casal. Quem nunca ouviu a expressão “é na cama que se faz as pazes” e não só com o sexo, mas é nela que as pessoas conversam, relaxam e descansam.

A pílula azul é a solução?

Viagra, a pílula milagrosa. A pequena pílula azul é muito importante, pois abriu a era das drogas que foram criados para fins sexuais. Não é a única solução, e não funciona com todo mundo, e sim, há contra-indicações.

Para começar, ela deve ser indicada por um especialista e só depois de um check-up mas não acredite que tudo está perdido, existem no mercado muitos mais medicamentos e outras formas de tratamento. Qualquer pessoa com disfunção sexual pode ser tratada.
tamanho importa?

Sempre houve esse debate que vem de tempos anteriores, bem no começo da humanidade quando a masculinidade era medida pelo tamanho do membro; mas realmente, isso não é importante.

O tamanho não importa, mas sim sua estrutura. Mais importante que o comprimento, é a sua espessura. Mais ainda, se o parceiro souber atingir os pontos eróticos e erógenos da parceira, o casal vai ter uma boa relação sexual, o que resulta em uma satisfação mútua.

A circunferência seria muito mais importante do que o comprimento. E segundo alguns pacientes, o sexo com parceiros dotados de grandes dimensões acaba sendo traumático e até mesmo limitado.

Mas isso é importante para os homens? Eu acho que a preocupação existe, mas nem é tão importante e ela té vem diminuindo com o aumento do acesso à informações sobre o sexo, e afinal, a chave do bom relacionamento entre parceiros é a sua identificação e conexão.

A ejaculação precoce só afeta os jovens?
Não devemos confundir com o machismo, mas estava pensando: O início da vida sexual dos garotos é cercada de desejo e nervosismo e isso é o gatilho para uma ejaculação rápida e que não acompanha o orgasmo do parceiro.

Mas não é regra. A ejaculação precoce afeta jovens e velhos da mesma maneira. No adulto a ejaculação precoce pode ocorrer mesmo se nunca aconteceu antes, mas em homens com mais de 40 ou 50 anos isso pode aparecer por algum distúrbio da próstata.

A ejaculação precoce pode estar relacionada também a uma erétil, isso porque, com a dificuldade de se manter a ereção o corpo resolve encerrar o ato antes. Todas estas questões são tratáveis e devem ser, assim que aparecerem, encaminhadas a um especialista. É um distúrbio de saúde como qualquer outro.

Hoje não, tô com dor de cabeça…

Erro. O sexo não só relaxa, como alivia dores como as de cabeça. Durante o orgasmo são liberadas endorfinas e a ocitocina, responsáveis para acalmar estas dores.

Há comidas que podem melhorar o sexo?
Não há nenhuma prova científica disso. Dizer que alimentos afrodisíacos podem despertar sensações ou imagens escondidas em nossa memória é totalmente psicológico. O mesmo acontece com suas cores e sabores: não passa de uma questão da nossa cabeça. Se você diz que amendoim é um estimulante sexual, isso fica gravado na mente e desencadeia mentalmente este fator.

Fatores estes que estimulam a memória visual e o sexo através do cérebro. O amendoim pode ter uma composição que te excita. Sabemos que tomar uma taça de champanhe para relaxar e reduzir substâncias corporais como a adrenalina, a vasodilatação ocorre e tanto relaxamento quanto a vasodilatação, colabora para que as estruturas do membro masculino se encham de sangue e garantam a ereção.

Para terminar: não são as substâncias alimentares que provocam a ereção ou excitação. Comer uma plantação inteira de amendoim não garante que o sexo seja incrível.

Posted in Mitos Sexuais at janeiro 28th, 2015. No Comments.