A zona erótica da mulher, o ponto “G” é mito diz cientistas

[adrotate banner=”5″]

Segundo cientistas, não há evidência que a zona erótica da mulher exista

Um estudo descobriu que a zona erótica da mulher é um mito. O ponto “G” foi descoberto em 1950, no entanto a pesquisa afirmou que ele não existe. Os cientistas analisaram mais de 100 estudos publicados durante seis décadas e não encontraram qualquer evidência que provasse a existência do ponto. As informações são do The Sun.

Durante anos, homens e mulheres foram induzidos a procurar o ponto “G”, com orientações profissionais e artigos que buscavam provocar o ápice do prazer na mulher ao encontrar a região certa. As próprias mulheres davam indicações aos homens para que eles chegassem ao tal ponto.

Segundo o jornal, existem pontos em que a mulher sente mais prazer, no entanto, nada como o mítico ponto “G” que muitos homens e mulheres buscam encontrar sem sucesso.

Posted in Medicina, Mitos at janeiro 24th, 2012. 1 Comment.