Verdade ou mentira que o assessor do PT ganhador da Mega-Sena comprou carro de luxo três dias antes do sorteio?

Conteúdo falso circula em sites e redes sociais. Nome informado não é de assessor do PT nem de funcionário da Câmara. Imagem usada foi tirada de reportagem sobre empresário.

Circula pelas redes sociais um texto que diz que um assessor do PT comprou um carro de luxo três dias antes de ganhar na Mega-Sena. A mensagem, reproduzida em posts nas redes sociais, é acompanhada de uma imagem com o automóvel em questão e uma pessoa à direção. É #Mentira.

O texto afirma que o nome do assessor do PT, ganhador da Mega-Sena, é Miquéias Mendonça, de 51 anos, e que recebe um salário mensal de R$ 3,5 mil. No entanto, não existe nenhum servidor com esse nome na lista de funcionários da liderança do PT.

O único Miquéias na listagem nominal de parlamentares e servidores disponível no site da Câmara dos Deputados tem outro sobrenome (e salário diferente). E trabalha no gabinete de um deputado do DEM.

O texto é acompanhado ainda de uma foto de um homem de camisa vermelha dentro de um carro de luxo. Mas o nome do homem que aparece na foto não é Miquéias Mendonça. Trata-se, na verdade, do advogado Marcelo Sixto Schiavenin, que foi dono de uma garagem de veículos de Cuiabá, suspeito de não pagar aos donos pela compra de veículos de luxo.

O conteúdo falso foi criado para dar a entender que um dos vencedores já sabia que ia ganhar o prêmio – o que não é verdade. Na quarta-feira (18), um grupo de assessores do PT ganhou um prêmio de R$ 120 milhões da Mega-Sena. A notícia foi amplamente divulgada.

Posted in Padão by Verdade e Mentira at setembro 23rd, 2019.
Tags: , , ,

Leave a Reply

*